Gengivas vermelhas demais geralmente significam um problema que pode ser simples de ser resolvido ou não se houver envolvimento mais profundo como perda óssea. No texto de hoje, vamos explicar quais são as causas mais comuns de gengivas vermelhas e contar de forma objetiva o que é a periodontite –  e o que ela pode trazer de prejudicial à sua saúde em geral. Confira!

Gengivas vermelhas demais sempre são um problema!

A fase inicial que a gengiva fica vermelha em alguns pontos chama-se gengivite, quando não tratada ela passa para um estágio seguinte que é a periodontite que pode ter vários níveis de complicações, desde os mais leves com pouca perda óssea até os mais severos com perda óssea maior evoluindo para mobilidade e até perda dos dentes.

Por isso salientamos momentos que merecem atenção. São eles:

 

  • Se suas gengivas ficaram muito avermelhadas na região do contorno dos dentes, significa que algo mudou pois o aspecto correto da gengiva é rosa claro. Como os dentistas sempre recomendam, toda e qualquer mudança na sua boca deve ser examinada. Essas alterações devem tratadas para não evoluírem.

 

  • Além da vermelhidão, um problema que geralmente acompanha essa mudança na coloração é o inchaço nas regiões entre os dentes. Se você notar que suas gengivas estão inchadas, é preciso procurar o Dentista para investigar e tratar a causa.

 

  • Por fim, fique de olho nos sangramentos nas gengivas. Quando escovamos os dentes, é preciso perceber se há sangue ao passar o fio dental – embora possa acontecer, não é normal que isso seja frequente. Se o sangramento ocorrer também durante o dia sem que haja escovação, é preciso marcar a consulta com uma certa urgência.

Outro sintoma é a halitose. Porém, é raro que o próprio paciente perceba o hálito ruim, por isso, saiba que sangramentos e gengivas vermelhas demais podem estar causando um problema social que você ainda não se deu conta! Pergunte para alguém que confia ou para o Dentista como anda seu hálito.

O que fazer quando as gengivas ficam vermelhas demais?

Antes de mais nada, precisamos explicar que todos os sintomas acima podem indicar uma doença bucal que tem se tornado comum: a periodontite, que além de causar todos os desconfortos sociais – como o mau hálito e a aparência ruim das gengivas – também é capaz de trazer problemas de saúde e até a perda dos dentes. Por isso, fique de olho no que fazer quando os sintomas aparecerem:

  • O primeiro passo é marcar sua consulta. O Dentista irá realizar uma limpeza para remover todo o tártaro e diminuir os sintomas. Na mesma sessão irá realizar procedimentos como aplicação de laserterapia na gengiva afetada para melhoria da inflamação e prevenir perda óssea.

 

  • Uma forma de diminuir um pouco a vermelhidão das gengivas é se atentar a sua escovação. Tem passado fio dental pelo menos antes de dormir? Tem escovado os dentes com frequência? Esses hábitos são fundamentais para ajudar a recuperação das suas gengivas e manter a saúde bucal.

 

  • O enxaguante bucal ajuda, mas ele não será o responsável pela diminuição do tártaro, o maior causador de gengivas vermelhas demais. Lembre-se: a higiene bucal associada ao fio dental ainda é seu melhor amigo contra doenças bucais.

Gostou das nossas dicas de hoje? Compartilhe nas redes sociais. E não deixe de procurar um Dentista de confiança para maiores informações!

Gostou do texto? Compartilhe nas redes sociais!

Adaptação feita pela Dra. Viviane Volpato

Translate »
Share This
×